"Fale em favor daqueles e daquelas que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados e desamparadas" (Provérbios 31.8)

O projeto

O projeto “Justiça de Gênero: Mulheres e Homens Unidos na Promoção da Equidade, Dignidade e Inclusividade” é uma iniciativa da Diaconia, em parceria com a Igreja da Suécia, para envolver jovens, mulheres e lideranças de igrejas na promoção e defesa dos direitos das mulheres e, principalmente, na superação da violência contra o sexo feminino.

Desenvolvido desde 2014, o projeto está presente em três estados do Nordeste brasileiro, marcados historicamente pela violência de gênero: Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. Ao todo, são 21 municípios contemplados com atividades de formação sobre a temática, como oficinas, palestras, reuniões, seminários e intercâmbios interterritoriais, além de campanhas de mobilização, como a Eu Sou Mulher de Coragem, que incentiva vítimas de violência doméstica a denunciarem os agressores e transformarem suas histórias de vidas.

Até 2016, cerca de 500 pessoas serão beneficiadas de forma direta pelo projeto. Mesmo com o encerramento das atividades, a iniciativa seguirá dando frutos e contribuindo para a equidade de gênero através dos seus beneficiários e beneficiárias, que estarão capacitados/as e mobilizados/as para atuar como multiplicadores da justiça de gênero em seus espaços de convivência e suas comunidades de fé.

Objetivos específicos do projeto

Promover processos formativos em relações de gênero com ênfase em Justiça de Gênero e Superação da Violência contra a Mulher;
Fomentar a intervenção das mulheres em políticas públicas relacionadas a questões de Justiça de Gênero e Violência contra a Mulher;
Promover e apoiar processos de formação das juventudes em diferentes questões relacionadas à Justiça e Equidade de Gênero;
Fortalecer os grupos juvenis e contribuir para a incidência dos jovens na construção, efetivação e entendimento de políticas públicas voltadas para as questões de Justiça e Equidade de Gênero;
Fortalecer espaços interdenominacionais de debate e formação para ações de incidência na temática Justiça de Gênero;